Loading...

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

APRENDENDO A CONTAR EM JAPONÊS



Os números em japonês seguem uma lógica muito simples.




Eu diria que, pra uma pessoa que não sabe nem japonês e nem português, aprender a contar até 9.999 em japonês é muito mais fácil do que aprender a contar até 99 em português. 

Números 1 a 10

1 ichi (se lê “iti”)
2 ni
3 san
4 shi ou yon
5 go
6 roku (o “ro” se lê como em “couro”, não como em “carro”)
7 shichi (se lê “shiti”) ou nana
8 hachi (se lê “hati”)
9 kyuu ou ku
10 juu

Por que está escrito “chi” se é pra ler “ti”?





Isso porque estamos seguindo o sistema hepburn, que é um do padrões que existem para a romanização das palavras japonesas. 





Existem outros padrões, mas este é o que eu estamos mais acostumados e também é o mais utilizado no mundo (segundo o wikipedia).

Agora, voltando à lógica dos números.É muito simples.

Agora você já sabe falar 2 (ni), certo? E você também sabe 10 (juu).





Parabéns, agora você já sabe falar 12 (juu ni)





E de brinde ainda leva o 20 (ni juu).





Já consegue imaginar como se fala 22? ni juu ni! É assim que funciona!

Mais alguns exemplos:
40 = yon juu (4 10)
43 = yon juu san (4 10 3)
90 = kyuu juu (9 10)
97 = kyuu juu nana (9 10 7)
58 = go juu hachi (5 10 8 )
71 = nana juu ichi (7 10 1)
39 = san juu kyuu (3 10 9)

Por que isso é mais simples do que em português?
Talvez você nunca tenha pensado nisso porque já sabe contar em português desde criancinha. 

Em português, quando chegamos na casa dos 1000,
a lógica é a mesma da contagem em japonês.
2000 = “dois mil”, 3000 = “três mil”, e assim por diante.
Mas 300 não podemos falar “três cem”. E nem 30, “três dez”.

É como se em português todos esses números dos grupos de 10 e de 100 fossem irregulares!

Imagina para um estrangeiro aprender isso: é uma palavra nova pra “vinte”, outra palavra pra “trinta”, outra pra “quarenta”, etc.





Já em japonês esses números seguem a mesma lógica.

Agora que você sabe contar até 10, sabe contar até 99. Falando em irregulares, infelizmente não é essa maravilha toda. Existem alguns irregulares em japonês também.

Para 100 (hyaku) e 1000 (sen - curioso: se lê “cem”) a lógica é a mesma, porém fique atento nas linhas destacadas:

Números maiores 100 hyaku 1000 sen
200 ni hyaku 2000 ni sen
300 san byaku 3000 san zen
400 yon hyaku 4000 yon sen
500 go hyaku 5000 go sen
600 roppyaku 6000 roku sen
700 shichi hyaku ou nana hyaku 7000 shichi sen ou nana sen
800 happyaku 8000 hassen
900 kyuu hyaku 9000 kyuu sen

Mais alguns exemplos, agora com esses números maiores.

Nos dois primeiros exemplos uma ajudinha.
3785 = san zen (3000) nana hyaku (700) hachi juu (80) go (5)
1983 = sen (1000) kyuu hyaku (900) hachi juu (80) san (3)
359 = san byaku go juu kyuu
8888 = hassen happyaku hachi juu hachi (olhe os irregulares!)
127 = hyaku ni juu nana

Proponho o seguinte exercício para fixar bem os números:





Tente sempre pensar no número em japonês durante o dia a dia (por exemplo, ao olhar o relógio, a data ou o número da página de um livro). Comece só pensando nos algarismos separadamente. Quando ficar fácil, tente pensar no número completo.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

APPEND TO COUNT IN JAPANESE

The numbers in Japanese follow a very simple logic. 

I would say to a person who does not even know Japanese and Portuguese, learning to count to 9999 in Japanese is much easier than learning to count to 99 in Portuguese. 

Numbers 1-10 

1 ichi (one reads "iti") 
2 ni 
3 san 
4 shi or yon 
5 go 
6 roku (the "ro" reads like the "leather", not as in "car") 
7 shichi (it says "shit") or nana 
8 hachi (it says "hati") 
9 or kyuu ku 
10 juu 

Why is it spelled "chi" if it is to read "you"? 

This is because we are following the Hepburn system, which is one of the standards that exist for the romanization of Japanese words. 

There are other patterns, but this is what I are more used and is also used in the world (according to wikipedia). 

Now, back to the logic of números.É very simple. 

Now you can speak 2 (ni), right? And you also know 10 (juu). 

Congratulations, now you can talk 12 (juu ni) 

And as a bonus it still takes the 20 (juu ni). 

Can already imagine how people speak 22? juu ni ni! That's how it works! 

Some more examples: 
40 = juu yon (4 10) 
43 = juu yon san (4 March 10) 
90 = juu kyuu (September 10) 
97 = kyuu juu nana (9 July 10) 
58 = go juu hachi (5 August 10) 
Nana juu ichi 71 = (7 10 1) 
San kyuu juu = 39 (3 September 10) 

Why is simpler than in Portuguese? 

Perhaps you've never thought about it because I know how to count in Portuguese since early childhood. 

In Portuguese, when we arrived at around 1000, logic is the same count in Japanese. 

2000 = "Two thousand," 3000 = "three thousand" and so on. 
300 But we can not say "three hundred". And not 30, "three-ten." 

It's as if all these numbers in Portuguese in groups of 10 and 100 were irregular! 

Imagine for a foreigner to learn it: it's a new word for "twenty", another word for "thirty", the other for "forty", etc.. 

Since these numbers in Japanese follow the same logic. 

Now that you know how to count to 10, can count to 99. Speaking of illegal, unfortunately not all that wonder. There are also some irregular in Japanese. 

For 100 (hyaku) and 1000 (sen - curious words "one hundred") logic is the same, but beware the highlighted lines: 

Larger numbers hyaku 1000 100 sen 
200 ni ni sen hyaku 2000 
300 3000 byaku san san zen 
400 4000 hyaku yon yon sen 
500 5000 hyaku go go sen 
600 roppyaku 6000 roku sen 
700 shichi or nana hyaku hyaku 7000 shichi or nana sen sen 
800 8000 happyaku hassen 
900 sen kyuu kyuu hyaku 9000 

Some more examples, now with these larger numbers. 

In the first two examples a little help. 
3785 = san zen (3000) nana hyaku (700) juu hachi (80) go (5) 
1983 = sen (1000) kyuu hyaku (900) juu hachi (80) san (3) 
359 = san kyuu juu go byaku 
8888 = hachi juu hachi happyaku hassen (check the irregular!) 
127 = hyaku ni juu nana 

I propose the following exercise to determine the numbers as well: 

Always try to think of the number in Japanese during the day to day (for example, when looking at the clock, date or page number of a book). Start by just thinking of numbers separately. When it gets easy, try to think of the entrie number.

Nenhum comentário:

Postar um comentário